Instituto Sonha Acredita Inspira - Blog
Adultos, juntos podemos criar um futuro + sorridente e poderoso, repleto de fé, coragem, paz, luz e amor para os nossos mais novos. Crianças e Jovens, lembrem-se sempre: vocês *são* seres iluminados com mentes de aço e corações de ouro!
07
Jul 11

 

Hoje decidimos compartilhar consigo uma mensagem de Diana Weil, filha do Dr. Andrew Weil, Acerca da Comida de Plástico (Fast Food). Esperamos que goste e compreenda que a comida de plástico está a afectar a nossa sociedade e a qualidade da vida/saúde das nossas crianças. Possivelmente, uma vez por mês pode dar-se ao luxo de ir ao McDonalds com as crianças, mas certamente não uma vez por semana, ou por dia.

____________________

O Equilíbrio entre Fast Food e Alimentação Saudável, por Diana Weil

Nota de Editor: Diana Weil é filha do Dr. Andrew Weil. A sua coluna destina-se a educar e guiar o nosso público adulto em como interagir e comunicar com crianças, sobre saúde e matérias relacionadas.

 

A Fast Food é um enorme problema nos dias de hoje. Nós gostamos dela – as crianças especialmente – mas está a tornar-nos doentes e gordos. Comemos muita e demasiadas vezes. Demasiadas crianças comem Fast food dia sim, dia não. Muitos pais e vigilantes pensam que é mais fácil levar as crianças ao Wendy ou ao McDonald’s em vez de os arrastar para um restaurante mais caro ou pensar em cozinhar algo em casa que todos gostem. Ou então, as crianças pedem Fast food porque estão sob o efeito da publicidade, e para os fazer felizes, os pais cedem.

 

A Fast food sabe bem – temos que o admitir. As companhias que a vendem sabem como agradar o nosso gosto por açúcar, sal e gordura. Mas a comer dessa forma torna-se um hábito e um hábito difícil de cortar.

 

Consumir Fast food numa base regular não é uma boa ideia. Ela dá-nos demasiadas calorias, demasiada proteína animal, verduras insuficientes, demasiada gordura não saudável, e demasiados carbohidratos não saudáveis. Penso que não há problema se comer Fast food talvez uma ou duas vezes por mês. O problema é quando começa a comê-la demasiado frequentemente ou a toda a hora.

 

Os pais podem ajudar a quebrar o hábito da Fast food dizendo às crianças que não irão comê-la todos os dias. Em vez disso, puxe-os para comida mais saudável ou cozinha, com eles, as suas comidas favoritas em casa. Por exemplo, se as crianças querem batatas fritas, deixe-os ajudá-la a fazer fatias de batatas cozidas no forno, que são uma alternativa saborosa e saudável. As panquecas de batata do Dr. Weil também são boas. Se eles querem hambúrgueres, tente dar-lhes hambúrgueres vegetarianos ou de soja. Eu amo-os.

 

Se lhe proibirem alguma coisa, não a deseja ainda mais? Por isso penso que os pais não devem proibir as crianças de comer Fast food ou tentar eliminá-la completamente. Essa atitude só fará com que as crianças queiram a comida proibida ainda mais.

Muito dificilmente vou a um restaurante de Fast food, mas, se vou, como uma salada ou talvez batatas fritas e uma bebida, de vez em quando. E gosto do iogurte e dos iogurtes com frutas do McDonald’s.

 

Diana  Dakota Weil

 

____________________

Saudavelmente,
A mãe da Sade

Eu
publicado por Instituto Sonha Acredita Inspira às 01:07
sinto-me: Saudável
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
A água é o nosso bem mais precioso! há que preserv...
Boa tarde :)O blog está em destaque na homepage do...
Olá,Este blog está em destaque na homepage dos Blo...
Awe Trêza!!! :) Mas que NICE!!! Que agradável surp...
Olá :)O Blog do Instituto Sonha Acredita Inspira e...
Obrigada querida Trêza pelo carinho e por tirar um...
Awe, que honra e prazer! :) Tudo faremos para insp...
Olá!Este blog está em destaque na homepage dos Blo...
muito inspirador :)
blogs SAPO